Arquivos com as tags‘Sindroma da Sandwiche’

27/01/2014 | Anabela Conde | Tempo de leitura: 3 min. e 4 seg.

Potenciar o desenvolvimento das capacidades de liderança de novos líderes é um desafio real de todas as organizações. O nascimento de chefias intermédias torna-se pertinente, fruto do crescimento de qualquer empresa ou da adopção de um modelo de negócio mais complexo.

Mas se liderar não é inato, encorajar o desenvolvimento de competências de liderança nos elementos chave da equipa é um processo com o qual nem todos os gestores de topo ou empresários estão verdadeiramente comprometidos.

Promover o desenvolvimento de novos líderes?

Bastará reflectir sobre um conjunto restrito de questões para, de forma rápida, aferir da sua propensão para desenvolver e fazer crescer estas competências na equipa. Desafiamo-lo a fazer um pequeno diagnóstico… agora:
– É o líder que queria ser? O que considera necessário para ser um bom líder?
– Para si, desenvolver competências de liderança nos elementos chave da equipa é uma componente importante do seu trabalho? Isso entusiasma-o?
– Que exemplo dá? É congruente no que diz e faz?
– Tem facilidade em delegar? Responsabiliza alguns elementos da equipa para funções importantes?
– Quando aconselha a equipa, (...Ler Mais...)

03/04/2011 | Jose Almeida | Tempo de leitura: 0 min. e 54 seg.

Uma das questões que mais vezes nos surge no decorrer da formação e coaching de liderança que temos realizado nos últimos anos com as empresas tem precisamente a ver com isto.

A síndrome da sanduíche!

Mas afinal o que é isto?

Por vezes, nas organizações, os líderes sentem-se completamente ensanduichados entre as pessoas que lideram e a gestão de topo da empresa.

Pode parecer piada, mas é um dos problemas em que somos mais vezes chamados a intervir.

A ideia é a seguinte:

De cima temos orientações de como gerir algumas situações polémicas.

Podem ser cortes nos ordenados, podem ser mudanças no sistema de remuneração, pode ser o facto de termos de despedir alguns dos elementos da nossa equipa devido a cortes orçamentais, enfim, está já a ver o teor da questão.

Em baixo temos as nossas pessoas, que esperam que as defendamos e que façamos o melhor para elas e para a equipa.

No entanto, nem sempre isso é possível.

Quando encostados à parede pela nossa própria chefia, nem sempre temos a capacidade de dizer não ou sugerir alternativas (...Ler Mais...)

Calendário

Mais Eventos

Language

EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Online