Estratégia e Gestão

21/03/2017Maria VieiraTempo estimado de leitura: 1 min. e 24 seg.


Gaiola DouradaNão pretendo de forma alguma estragar a surpresa a quem ainda não teve a oportunidade de ver este filme. “A Gaiola Dourada” é sem dúvida um dos filmes mais interessantes dos últimos tempos.

Retratando muito bem a realidade emigrante, sem exageros e sem ridicularizar os portugueses, mostra alguns dos valores que nos são muito queridos, tais como o estar sempre pronto a ajudar, o querer fazer as coisas bem feitas, a disponibilidade para os outros e a capacidade de trabalhar arduamente.

Apesar das crises, dos factores externos e de problemas sobejamente conhecidos, os portugueses sempre tiveram esta vontade de empreender. Sempre fomos destemidos, porque muitas vezes era a nossa única opção e não podíamos fazer mais nada senão arriscar. Existem portugueses em todos os cantos do mundo, são reconhecidos por serem inovadores e trabalhadores, damos (...Ler Mais...)

08/02/2017Anabela CondeTempo estimado de leitura: 1 min. e 35 seg.


empresa

Não, não vou perguntar se a sua organização se tornou vegan…

Quando, nas empresas com que contactamos diariamente, ouvimos alguém desabafar algo do tipo “mas que molho de brócolos que aqui vai” ou “estou metido num molho de brócolos”… o tamanho do desafio (ou sarilho) é promissor.

Caso para dizer, das duas, três – ou os processos não funcionam, ou a equipa não se articula, ou os sistemas não respondem inteiramente à realidade.

Hoje queremos focar-nos mais na Equipa, nas pessoas, nos desafios a vencer quando sentimos que estamos a tocar o limiar do… molho de brócolos.

Pactrick Lencioni, no seu livro “The five disfunctions of a Team”, tem uma abordagem muito interessante aos desafios das equipas no sentido da maximização do seu potencial, que muitas vezes exploramos nos nossos Programas de Dinamização Empresarial. Esses (...Ler Mais...)

30/01/2017Anabela CondeTempo estimado de leitura: 2 min. e 2 seg.


Gestão de TempoQuando falamos em gestão de tempo parece que o contra-relógio nunca chega ao fim.

Pelo menos, não antes de sabermos o que nos faz correr!

Porque é que andamos então sempre a correr? Porque é que estamos sempre com a sensação de que a maratona nunca acaba, de que o contra-relógio nunca chega ao fim?

Se tivesse mais tempo, sabe para que o queria?

Conhece alguém que não diga que precisava de ter mais tempo? Talvez a resposta chegue no dia em que cada um de nós consiga parar para descobrir o que efectivamente faria com esse tempo de que achamos não dispor!
Nos nossos programas de dinamização empresarial a falta de tempo dos líderes, dos gestores e dos elementos das equipas é um denominador comum. Como devem imaginar, os desabafos do tipo “Se já (...Ler Mais...)

24/01/2017Maria VieiraTempo estimado de leitura: 1 min. e 11 seg.


SER x FAZER = TER

Muitos de nós querem ter muito mais do que têm na sua vida. Uma casa maior, um emprego melhor, saúde, dinheiro. Quando temos uma empresa pedimos mais clientes, mais facturação, menos problemas, uma equipa de luxo e lucros.

Esquecemo-nos que para termos o que queremos temos de trabalhar mais em nós mesmos do que nas nossas empresas. Mas como?

De facto, as nossas acções e comportamentos são apenas consequências do que somos no íntimo. As nossas competências, valores, crenças e a nossa própria identidade, pouco alteram com o passar dos anos. Mas é este conjunto de factores, aliado ao ambiente onde estamos inseridos, que determina a nossa performance. Os resultados que obtemos são a ponta de um icebergue cuja profundidade, como sabemos, é enorme. É no corpo de icebergue submerso (...Ler Mais...)

24/01/2017Anabela CondeTempo estimado de leitura: 1 min. e 45 seg.


expectativasExpectativas?

Costumamos dizer que o maior desafio de qualquer líder não é gerir as tarefas da sua equipa, mas a motivação dos colabores em torno das tarefas que estão à sua responsabilidade.
“E que desafio!”, estará a pensar…

Para o líder, seria tão mais fácil que os elementos da equipa fossem um pouco à sua “imagem e semelhança”, i.e., que corressem pelas mesmas coisas, que tivessem o mesmo ritmo, a mesma exigência, um processo de decisão similar e uma comunicação alinhada.

Até poderia ser mais fácil (mais rico não seria com certeza), mas não é de todo assim. E nunca foi, só que o contexto de incerteza em que a liderança é exercida torna hoje o desafio exponencial…

Incerteza a quanto obrigas…

Talvez seja por isso que encontramos cada vez mais líderes com vontade de (...Ler Mais...)

15/01/2017Anabela CondeTempo estimado de leitura: 1 min. e 49 seg.


Happy HourHappy Hour! E se tivesse, para que a queria?

É verdade que no nosso dia a dia nas empresas não nos sobra tempo, mas, se o tempo é o que fazemos dele, porque é que não reservamos tempo para outro tipo de situações?!

Uma hora por semana, por quinzena, por mês que seja… Uma hora que esteja na agenda de todos para abrir a mente e dar lugar a pensamento criativo. Uma hora com um formato diferente, talvez num contexto diferente até…

Quando estamos com as nossas pessoas esporadicamente noutros contextos, muitas vezes num ambiente mais informal, somos frequentemente surpreendidos pela sua postura, pelas suas ideias, às vezes obtemos autênticas revelações, ou não concorda? Há sempre um talento escondido.

E porque é que isso só acontece no jantar de Natal ou no outdoor que… até (...Ler Mais...)

13/12/2016Anabela CondeTempo estimado de leitura: 1 min. e 38 seg.


ano novoAno Novo???

Nesta altura do ano, enquanto todos correm às lojas para os Presentes de Natal, passam horas infindáveis no trânsito e em filas para pagar, o que não daria para estar sossegado a fazer o que mais gosta?!

Em termos pessoais, esta é a melhor altura do ano para fazer tudo o que o dinheiro não compra, para estar com a família e com os amigos e encontrar a magia das coisas mais simples, aquela que encontramos apenas quando paramos e abrimos o nosso coração…

E no plano profissional, será diferente?!

Para além do convívio de Natal, em formato jantar ou festa da Empresa, que mais podemos fazer pela motivação e compromisso das nossas pessoas? Será que enquanto andam todos desesperados por fazer acontecer os números do segundo semestre, podemos desde já começar a (...Ler Mais...)

08/12/2016Maria VieiraTempo estimado de leitura: 1 min. e 21 seg.


Desenrascado

Numa altura em que os ânimos se exaltam, as palavras de ordem são proferidas e todos parecem estar a desejar algo de novo, penso sempre que ser à rasca é sempre mais simples que ser desenrascado.

Não vou tecer comentários políticos, nem apelar a qualquer tipo de comportamento por parte dos nossos líderes ou dos políticos internacionais, ou tirar partido por este ou aquele, de qualquer forma choca-me sempre que as pessoas se foquem mais nos problemas e menos nos resultados. Claro que cria sempre um enorme impacto pessoas a marcharem e a cantarem nas avenidas desta cidade, mas depois, correndo o risco de ser injusta, me pergunto quantas daquelas pessoas estão de facto à rasca.

Mas também não são desses que pretendo falar hoje, mas sim dos desenrascados!

E são ainda muitos os que (...Ler Mais...)

08/12/2016Anabela CondeTempo estimado de leitura: 1 min. e 5 seg.


colaborador apaixonado

A cada ano que começa é tempo de avivar a missão, reajustar os valores, definir um novo lema e descolar…

A questão é que quando tudo isto não faz parte da cultura da empresa corremos o risco de algum desapego emocional por parte do colaborador, e isso condiciona indiscutivelmente o sucesso do trabalho em equipa e a produtividade de cada um.

Ainda esta semana um líder de uma equipa comercial desabafava: “anda tudo a olhar para o seu umbigo, desesperado por cumprir os números, nem sequer partilham a informação”.

Percebe-se que sejam muitas as pessoas que hoje receiem o flagelo do desemprego, com tudo o que se vê, ouve e conhece…

E vamos ficar indiferentes? Se a época é de crise, de pressão, e até de alguma indisciplina, o que está ao alcance da empresa (...Ler Mais...)

Anterior

Palestra Online

Excelências nas Vendas em 2016 - Gravação já disponível
Palestra Online Gratuita

Calendário

Mais Eventos

Siga-nos

Linkedin Facebook Twitter Google+ Pintrest Youtube Subscrever por rss Entrar em contacto por email