Sabe qual o valor da sua empresa?

17/06/2014 Anabela Conde

Tempo estimado de leitura: 1 minuto(s) e 34 segundo(s)


›› ! Todos os Recursos | Estratégia e Gestão | Liderança e Coaching

Valor da EmpresaNo que diz respeito ao valor da empresa, por mais formação que se dê às nossas pessoas, por mais investimento que se coloque nelas, por mais desafios que se lhes lance, nem sempre muitos dos elementos progridem como nós desejávamos.

Outro dia numa reunião houve um responsável de um Departamento que me disse: “Se pudesse, trocava a equipa toda”. E o que acontece quando dizemos isso a nós próprios todos os dias?

Será que estamos a começar pelo fim?

O que falta às nossas pessoas? Sentido de pertença? O que significa hoje o tal “vestir a camisola”? O que está errado quando sentimos que ninguém está disposto a dar mais?

O que valoriza a empresa? O que é que os colaboradores valorizam? Os valores são nossos ou são deles? E quanto valem esses valores?

Dar valor a valores “soft”?

É verdade que os valores parecem demasiado intangíveis para considerarmos utilizá-los como uma ferramenta de liderança nas Organizações.

Mas quando se ouve um Chefe de Vendas proferir a já banalizada expressão “Se quisesse, ele vendia a sogra”, referindo-se a um dos elementos da sua equipa comercial, não ficamos com grandes dúvidas relativamente às competências técnicas desse seu vendedor…, pois não?! E porque é que ele não se move? O que lhe falta em termos de liderança intrapessoal? O que me falta a mim fazer enquanto líder para “pôr a equipa a mexer”?

A introdução do Managing by Value (MBV) por Simon Dolan veio tornar claro que quando os valores e os padrões de atuação das pessoas são distintos dos da Organização em que estão inseridos, esta situação dá lugar a insatisfação, alheamento e falta de compromisso, afetando negativamente a motivação e a produtividade do colaborador.

O que mudou… Hoje?

Hoje esperamos que as pessoas estejam motivadas porque não decrescemos e até porque nem estamos a decrescer muito, porque fizeram um excelente trabalho e as desafiamos com outro, porque não temos trabalho para elas e elas têm que o procurar ou contribuir para a formação interna do colega do lado.

Hoje não conseguimos dar aumentos, não conseguimos pagar os prémios que já demos no passado, sabemos que não estamos a reconhecer quem se destaca como queríamos, mas naturalmente que não esperamos menos… E, ainda assim, nem sempre conseguimos expressar um “obrigado” ou um “bom trabalho”.

Hoje tornamos os processos participados, há brainstormings em equipa, damos autonomia para fazer acontecer determinada ideia e até os deixamos ajudar a escolher entre dispensar alguns elementos da equipa ou reduzir ordenados.

Hoje precisamos de influenciar positivamente a nossa equipa, mas não comunicamos porque não temos nada de bom para comunicar.

Hoje baixaram-nos o plafond do carro, como é que vamos dar ouvidos aos cortes nos plafonds dos telemóveis deles?

Ou o seu Hoje não é, por vezes, assim?!

Todos temos um Hoje diferente e necessitamos de conviver com ele da maneira mais positiva possível, da forma que nos permita chegar mais longe…

Precisa de uma organização sustentável, certo?

Então, o que o impede de revisitar a cultura da empresa e renovar os valores?! Afinal de contas, são as pessoas que hoje temos connosco que, quando alinhadas, e através das suas atitudes e comportamentos, fazem acontecer a estratégia da empresa!

Valores, vamos definir os seus?

É uma das dinâmicas de grupo mais poderosas em termos do reforço do espírito de equipa e do sentido de pertença. Este é, sem dúvida, um processo a tornar participado.

Vamos a isso? Aqui fica uma dica, em 3 passos…

– Sugira a cada pessoa eleger 3 valores pessoais / profissionais, situações de que não prescinda para se sentir bem e realizado(a) na empresa;
– Forme subgrupos de 3 a 5 pessoas, permita que dialoguem e debatam no sentido de chegar à proposta do sub-grupo
– Nivele entre todos os sub-grupos e modere a interação para obter os valores da Equipa

Muitas vezes os valores a que chegamos são curiosamente os que gostaríamos de ter, mas o que é certo é que foram criados pela Equipa e não impostos por nós, como algo pronto e embrulhado. Pelo caminho cada um percebeu o que é importante para o outro, percebeu o que é importante para o grupo, percebeu que quando estamos em sintonia caminhamos melhor… e isso é que importa!

Os valores são os vossos, não são os que ficam bonitos no website…

É muito comum que as equipas definam valores tão abrangentes como:
– Determinação, Iniciativa, Criatividade, Mente Aberta e Inovação;
– Liderança, Autonomia, Simplificar e Pragmatismo;
– Consistência, Lealdade, Integridade e Transparência;
– Comunicação, Otimismo, Divertir-se;
– Reconhecimento e Contribuir.

E se estes forem, de facto, os valores da sua empresa, o resultado só pode ser… BRUTAL!

Conteúdos que podem ser do seu interesse...



Tags: , , , ,

Calendário

Mais Eventos

Siga-nos

Linkedin Facebook Twitter Google+ Pintrest Youtube Subscrever por rss Entrar em contacto por email