Mas por que não disseste? Por que não perguntaste?

24/10/2011 Maria Vieira

Tempo de leitura: 1 min. e 12 seg.

›› Estratégia e Gestão | Liderança e Coaching

Comunicação, Comunicação na Equipa, Gerir a Comunicação, Gestão de ConflitosJá sentiu que comunicar na sua empresa nem sempre é fácil? Que a comunicação é muitas vezes interrompida, alterada, distorcida e a mensagem não chega ao seu receptor?

Numa altura em que proliferam as altas tecnologias criadas para comunicarmos uns com os outros, comunica-se cada vez menos.

Falamos, mas será que comunicamos? Escutamos, mas será que ouvimos?

A verdadeira comunicação é a resposta que obtemos!

As empresas necessitam de promover a comunicação interna, de cima para baixo, de baixo para cima e lateralmente.

Muitas vezes confundimos comunicação entre a equipa com a partilha ou divulgação de informação.

Não precisamos de dizer sempre tudo a todos, mas precisamos de garantir que a informação correcta chega de modo correcto a quem deve chegar!

Mas então, como garantir que os Empresários, Directores, ou Supervisores, estão a comunicar de maneira correcta?

A criação de uma política de comunicação aberta e sincera é um dos maiores desafios que temos.

Para além de termos de contar com o perfil de cada um dos membros da equipa, incluindo o responsável, é necessário adequar a melhor maneira de comunicar e de partilhar a informação a cada tipo de negócio.

Existem, no entanto, passos comuns que não podem ser esquecidos:

1. Criação de rotinas de reuniões de equipa ou equipas, independentemente da sua frequência.

Para as empresas que já o fazem, garantir que estas seguem certas directrizes, tais como:

– Manter a periodicidade
– Começar e acabar a horas
– Envio da agenda antecipadamente
– Ponto de situação SEM CENSURA!
– Pedido de colaboração da equipa nos temas a serem abordados
– Preparação da semana
– Temas da semana seguinte!

2. Criar uma política de CELEBRAÇÃO. As empresas esquecem-se de celebrar as vitórias. Qualquer conquista merece uma palavra de apreço.

3. Criar um “quadro de honra” ou algo semelhante onde se possam afixar os objectivos da empresa, as metas conseguidas, as ideias novas, algo realmente especial.

4. Desafie os seus colaboradores a pensarem num todo.

Não há departamentos melhores ou piores e todos são importantes à sua escala.

TODOS participam e devem entender que são peças fundamentais na vida da empresa.

5. Oiça o que eles dizem, mas também diga.

Oiça de forma activa, como se fosse o seu cliente.

Cada vez mais o termo “Cliente Interno” é abordado, mas deve ser realmente considerado como tal.

6. Comuniquem, divulguem e partilhem uns com os outros os objectivos de cada departamento.

7. Para além das reuniões semanais ou quinzenais, façam 2 reuniões com a equipa toda durante o ano.

8. Elaborar inquéritos INTERNOS de satisfação, avaliando a capacidade de comunicação, solidariedade, ajuda e motivação de cada membro da equipa.

Comunicar de forma aberta e honesta cria laços fortes entre todos os colaboradores, um sentimento de união e partilha, de “pertencer ao grupo”.

Sabem que são ouvidos e por sua vez escutam, fazendo-se a comunicação de forma fluida e eficaz.

Descarregue já o nosso Livro Gratuito:

5 Conversas à Volta da Liderança + Revista Semanal

Descarregar Livro

Tags: , , ,

Comentários no Facebook

Palestra Online

5 Pilares dos Vendedores com Paixão por Vender
Palestra Online Gratuita

Calendário

Mais Eventos

Siga-nos


Online