! Todos os Recursos

27/05/2015Jose Almeida

Tempo de leitura: 1 min. e 54 seg.

Quando falamos de Feira do livro, podemos não fazer logo a ligação a estratégias de vendas, , mas continue a ler que já vai ver a ligação.

Se for como eu, provavelmente ainda se lembra do tempo em que esperávamos um ano para que chegasse Maio e pudéssemos ir à feira do livro.
Para mim, que adorava ler, era uma experiência e peras.

Com o pouco dinheiro que me davam, vinha sempre cheio de livros e era uma festa chegar a casa e ler aquilo tudo.

A minha mãe chegava ao ponto de me “racionar” os livros, pois se me deixassem era tudo de seguida.

E hoje?

O que acha que sinto quando me desloco à feira?

Por um lado, uma certa nostalgia, mas por outro pena.

Volto lá ano após ano à procura do mesmo sabor, mas já não (...Ler Mais...)

27/05/2015Maria Vieira

Tempo de leitura: 1 min. e 37 seg.

Falamos cada vez mais em criar laços com os nossos clientes. O foco é conseguir momentos especiais e de excelência em cada interacção e fazer com que a consistência das mesmas se mantenha e se tornem nossos embaixadores na venda.

A cultura de serviço é isso mesmo. É conseguir que cada colaborador pense e aja orientado ao cliente, procurando proporcionar momentos fantásticos e únicos. Em certas áreas de negócio como retalho, hotelaria ou restauração, é fácil entender a necessidade de um serviço de excelência. Mas a necessidade de provocar momentos diferenciadores pode e deve ocorrer também em áreas de prestação de serviços!

O que procuramos sempre é exceder as expectativas, o envolvimento total e a excelência.

A cultura de serviço tem de ser algo abraçado por todos os colaboradores, pois conquistar clientes embaixadores da nossa empresa não é fácil. Mas (...Ler Mais...)

27/05/2015Jose Almeida

Tempo de leitura: 2 min. e 27 seg.

Por norma as pessoas gostam de comprar, não gostam é que se lhes venda algo…

E esta simples premissa exige a cada comercial desenvolver em torno da venda uma verdadeira arte. Mas para isso é preciso que cada um invista um pouco mais de si, saia do registo habitual, da sua zona de conforto, para deixar de vender como sempre vendeu e passar a preocupar-se genuinamente em chegar eficazmente a quem está do outro lado.

Que tipo de Vendedor se considera, que tipo de comerciais tem na sua equipa?

Tipos de Vendedores

Já se deu conta de que passamos a vida a enquadrar os nossos clientes nos mais diversos estereótipos? Os que pedem desconto, os que experimentam tudo e não compram nada, os que vieram dar uma vista de olhos, os que vêm só pedir orçamento, os enjoados a quem (...Ler Mais...)

18/05/2015Jose Almeida

Tempo de leitura: 3 min. e 1 seg.

Uma das coisas que ainda me espanta é como a maioria dos comerciais investe tão pouco tempo na preparação cuidada da sua apresentação de vendas.

Ainda no outro dia, a pedido de um cliente, acompanhei alguns dos seus vendedores no terreno em visitas a potenciais clientes.

Estávamos a falar de potenciais clientes de peso. Cada um deles rondava os trezentos a quatrocentos mil euros de potencial de negócio por ano.

Nas primeiras vezes que os acompanho, tenho por hábito não interferir. Embora seja complicado, é necessário que eles se sintam à vontade para dar o seu melhor. A equipa em causa não era problemática, pois já tinham participado no Congresso Nacional de Motivação e Desempenho do ano passado e já nos conheciam.

Embora nunca tenhamos realizado um programa de formação formal com eles, o nosso cliente pediu-nos para os acompanhar (...Ler Mais...)

18/05/2015Maria Vieira

Tempo de leitura: 1 min. e 42 seg.

E por isso mais vale não se mexer muito, não fazer grande alarido nem sair do lugar, pois está muito calor e os clientes de certeza que estão a descansar. A pergunta que se impõe é: mas estarão TODOS derretidos?

Muitas empresas começam a desacelerar nesta altura do ano. Para além do calor que se faz sentir, instala-se uma espécie de torpor generalizado. As pessoas pensam nas férias, no retemperar energias, em parar um pouco e pensar como será o próximo semestre.

Sem dúvida que parar faz sentido. Muitas vezes é a única maneira e a altura por excelência em que se avaliam os 6 meses decorridos e são pensados os 6 meses seguintes.

Acontece, no entanto, que nem todos os clientes vão de férias e mesmo a meio gás, as empresas continuam a produzir e a vender. Aliás, esta (...Ler Mais...)

18/05/2015Anabela Conde

Tempo de leitura: 1 min. e 17 seg.

Realizar reuniões, se sim, é porque o processo está instituído e é considerado como positivo para todos.

Se não, então ou não tem reuniões, ou são sempre iguais, sem ideias, sem participação, sem conclusões de qualquer espécie.

Mas valerá a pena reunir com a equipa?

Provavelmente é o tipo de acção que, como coaches, mais frequentemente implementamos. Infelizmente, são ainda muitas as empresas que não entendem a ferramenta poderosa que pode ser uma reunião de equipa. Verificamos também que muitas empresas que já o fazem parecem não obter os resultados esperados e/ou mantêm as reuniões por instituição ou abandonam o hábito.

As reuniões de equipa, quando bem esquematizadas, podem ser muito poderosas. Mas então qual o segredo?

Para quem já as faz e para quem as vai implementar, junto seguem alguns conselhos, normas e dicas para garantir reuniões produtivas e (...Ler Mais...)

18/05/2015Jose Almeida

Tempo de leitura: 0 min. e 11 seg.

5-pilares-dos-vendedores-com-paixaoTodos nós adoramos quando o vendedor que está à nossa frente gosta mesmo do que faz e não está apenas a fazer mais um trabalho. Tal nota-se e até dá gosto de lhe comprar. Nesta palestra online gratuita, iremos ajudá-lo a desenvolver novamente a sua Paixão por Vender! Através de estratégias e ferramentas simples iremos mostrar-lhe como aumentar a sua paixão por vender e correspondentemente as suas vendas.

11/05/2015Jose Almeida

Tempo de leitura: 1 min. e 37 seg.

Uma das coisas que ainda me espanta é como as expectativas da liderança comercial por parte dos quadros decisores e chefias de vendas são ainda muitas vezes empoladas em termos emocionais.

Muitos dos líderes que entram em funções fazem-no com boa vontade e o objectivo de fazer a diferença. Até aqui não existe nada de errado nisso.

Mas à semelhança da felicidade pessoal, a boa disposição das equipas e o seu desempenho por vezes também tem altos e baixos.

O que acontece é que normalmente começamos com todas as boas intenções do mundo, achamos que vamos fazer a diferença, que vamos ser os primeiros a dar a volta à situação e tudo o mais com que, se já esteve em funções de liderança, com certeza se identifica.

O problema é que rapidamente as coisas começam a correr de forma menos (...Ler Mais...)

11/05/2015Maria Vieira

Tempo de leitura: 1 min. e 50 seg.

Quando falamos de prospecção de clientes, é raro ouvirmos falar do dar. No entanto consiste numa técnica poderosa, de extrema eficácia!

É algo que não passa de moda, uma maneira simples de “experimentar” novas sensações, novos produtos, e de modo totalmente gratuito. Podemos considerar um pequeno investimento face ao potencial de muitas pessoas poderem experimentar o nosso produto.

Mas será que só funciona com comida?

Quando foi a última vez que deixou os seus clientes provarem algo?

Ainda hoje vemos que muitas empresas têm alguma relutância em DAR. Em deixar experimentar os seus produtos de modo gratuito, ou porque não o sabem fazer, ou porque acham que os produtos ou serviços que comercializam não são passíveis de ser experimentados a priori.

Uma das técnicas de negociação que mais sucesso costuma ter é a Táctica do Cachorrinho. Brincamos com ela, mas (...Ler Mais...)

Anterior

Palestra Online

5 Pilares dos Vendedores com Paixão por Vender
Palestra Online Gratuita

Calendário

Mais Eventos

Siga-nos


Online