Estratégia e Gestão

22/05/2016Maria Vieira

Tempo de leitura: 1 min. e 50 seg.

falhar-assusta-homemFalhar! Ainda há uns dias vi uma mensagem sobre motivação que circula na Internet. É sobre certas pessoas que se destacaram, conhecidas de todos, e os fracassos que tiveram ao longo dos anos.

A quantidade de vezes que Michael Jordan falhava quando jogava basquetebol e como esse facto o deixava triste. As vezes em que os Beatles foram rejeitados por várias empresas discográficas que não gostavam das músicas que tocavam. Steve Jobs, que foi despedido da empresa que criou aos 30 anos de idade, e de como ficou devastado e deprimido. Walt Disney, que foi criticado por ter poucas ideias originais e criativas. E um dos mais conhecidos “falhados” de todos os tempos, Albert Einstein, que só aos 4 anos começou a falar e de quem as professoras diziam que pouco se poderia esperar. E (...Ler Mais...)

22/05/2016Anabela Conde

Tempo de leitura: 1 min. e 33 seg.

sucesso-mulher-escreverMuito recentemente, um dos nossos Clientes mostrou-me a informação sobre o sucesso de a sua empresa ter integrado a lista das PME líder. A sua expressão transbordava de orgulho, como que se colocasse um marco de realização naquele momento…

O Hoje está mais difícil, mais complexo, mas continua a ser possível marcar encontro com o Sucesso! É destes exemplos inspiradores que o País precisa. Se, à escala da responsabilidade empresarial de cada um, conseguirmos implementar boas práticas e consolidar a nossa liderança, faremos seguramente toda a diferença.

Escolher o momento ideal…

Creio que temos todos já a plena consciência de que este presente que vivemos não nos proporciona mais momentos perfeitos para investir, para apostar, para diferenciar. Não estaremos a esperar demais? Será mesmo que ainda podemos aguardar que as coisas melhorem para nos pormos (...Ler Mais...)

16/05/2016Anabela Conde

Tempo de leitura: 1 min. e 9 seg.

perspeciva-carro-retrovisorFalemos de perspectiva…

Numa altura propícia a novos setups e decisões, o que nos impede de revisitar o modelo de negócio? Será que temos o melhor modelo de negócio? Será que temos o modelo de negócio que o nosso Cliente precisa?

Muitas vezes nem nos damos conta de que a forma como estruturámos e diversificámos a nossa proposta de valor ao longo do tempo resultou de um modelo centrado na organização, ao invés de nos colocarmos no papel de Cliente.

Quando foi a última vez que deu por si a pensar o que poderia vender aos seus clientes ou como obter do cliente um maior retorno financeiro?

Pois… E se mudarmos de perspectiva?

E se abdicarmos mais do “NÓS” para nos colocarmos na posição do “ELES”?

O que nos impede de pensar quais as necessidades (...Ler Mais...)

26/04/2016Jose Almeida

Tempo de leitura: 1 min. e 41 seg.

Tempos diferentes exigem abordagens distintas, pedem transformação e renovação. E na vida das Empresas isso só acontece se a Liderança for disruptiva e inovadora. Por isso, importa transformar a Liderança de A a Z.

Quando interrogamos as Equipas sobre as qualidades que o Líder deve ter, a maioria dos colaboradores refere que o Líder deve possuir um conjunto de valores éticos e morais, ter uma visão de futuro, contagiar na direcção do que pretende fazer e ser competente.

Mas será que estas qualidades nos distinguem dos demais e serão garante do sucesso e do caminho que temos a percorrer? Ou precisaremos hoje de juntar mais alguns ingredientes secretos para melhorar os resultados?!

Aqui ficam sete aspectos chave que lhe permitirão, seguramente, reflectir sobre a sua Liderança e gerar o apetite para procurar levá-la a outro (...Ler Mais...)

11/04/2016Maria Vieira

Tempo de leitura: 1 min. e 12 seg.

Quando falamos de estratégia, muitos líderes adoravam ter uma montanha russa quando se sentem no carrossel. Porém, contrariamente ao que se diz, quando mencionamos um carrossel é porque, de facto, a vida nas empresas é muitas vezes um verdadeiro carrossel.

Não só andam de cima para baixo, como não vão a lado nenhum e continuam a passar em círculos pelo mesmo lugar.

Quer uma prova de que isto acontece?

Quantas vezes prometeu a si mesmo ser este o último ano em que não investia em marketing?

Quantos meses já passaram desde que as últimas metas pessoais e profissionais que estabeleceu para si ficaram esquecidas na gaveta?

Sente que está constantemente às voltas com a sua equipa, sem saber castigar ou sem saber recompensar, e todos os dias se aborrece com as mesmas coisas?

Se a (...Ler Mais...)

11/04/2016Anabela Conde

Tempo de leitura: 1 min. e 29 seg.

Pôr o conhecimento ao serviço da Inovação permite disponibilizar novos produtos, serviços e processos, ou mesmo melhorar os existentes, com vista a uma maior diferenciação e competitividade no mercado.

Mas porque andam as empresas portuguesas tão poupadinhas nesta vertente?

Poupe na inovação e arruíne a sua empresa…

Inovar tem um conjunto de riscos decorrentes da curva de adopção pelo mercado e da dificuldade em antecipar os padrões de difusão. Trata-se efectivamente de um dilema real na vida das empresas, se pensarmos que é difícil antecipar o sucesso da inovação, que muitas inovações falham e que os números não mentem quando nos evidenciam que as empresas que não inovam não sobrevivem.

Se atendermos às tendências actuais de mercado, nomeadamente à redução do ciclo de vida dos produtos, ao excesso de capacidade instalada, à globalização do mercado (...Ler Mais...)

06/04/2016Anabela Conde

Tempo de leitura: 1 min. e 59 seg.

Quando falamos de “desenvolver”, muitos são os líderes que falam em esforço com as suas Equipas, que não se sentem inspirados para o fazer ou já disseram tantas vezes a mesma coisa que já não acreditam que vá ter algum efeito.

Outros tantos estão determinados a revisitar procedimentos e regras para ver onde a Empresa está a falhar, estão cansados de tanto ruído em torno das tarefas, e entendem que o que está escrito, sendo revisto, é para cumprir, e que não há cá conversa mole, já que os tempos são para fazer acontecer.

Depois há os que entraram em modo chefe, para garantir que cada um cumpre com o que é esperado, pressionando nos prazos, controlando aqui e ali, para que nada falhe. O seu dia-a-dia virou um suplício, chegam angustiados ao trabalho, não (...Ler Mais...)

21/03/2016Maria Vieira

Tempo de leitura: 2 min. e 1 seg.

Medir ou fugir é uma questão que coloco muitas vezes aos meus clientes de coaching comercial.

Posso dizer que a medição e a utilização de indicadores é um dos temas que mais gosto de abordar. Não só porque vejo que muitas empresas entendem o conceito, aplicam-no e medem, mas também porque sinto que na presença de dificuldades é muitas vezes um tema esquecido e não lhe é dada a atenção devida. Nessas ocasiões, mantêm-se apenas os indicadores de venda, quando se mantêm, esquecendo tudo o que gira à volta da parte comercial. Se as vendas estão, sem dúvida, no coração da empresa, temos de pensar nos outros “corações” que fazem a empresa.

Ninguém faz uma receita sem medir com cuidado cada ingrediente. Mesmo as mais simples que não indicam o peso indicam o número de (...Ler Mais...)

21/03/2016Anabela Conde

Tempo de leitura: 1 min. e 30 seg.

Nas alturas em que não são de pico, já pensou onde por vezes vai parar a nossa média na curva de gauss?

Será que a nossa empresa funciona aos solavancos? Será que a motivação, atitude e compromisso se manifestam aos “bochechos”?

O aleatório…

É verdade que na realidade das empresas de hoje são inúmeras as variáveis aleatórias. Mas não é do mercado, do poder de compra, do Governo ou de qualquer medida restritiva que lhe quero falar… porque essas conhecemo-las melhor do que alguma vez esperaríamos!

O que é facto é que muitas são as situações individuais em que o que resultava no passado já não resulta, como se não houvesse regras, padrões ou previsões acertadas.

E será que a Estatística nos ajuda? Será que, apesar de a ocorrência individual destes eventos aleatórios ser imprevisível (...Ler Mais...)

Anterior

Palestra Online

Excelências nas Vendas em 2016 - Gravação já disponível
Palestra Online Gratuita

Calendário

Mais Eventos

Siga-nos